Perguntas Frequentes Formação

A Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica disponibiliza três níveis de especialização na área da Sexologia, estruturados de modo cumulativo. Isto significa que só depois da especialização de Nível 1 “SEXOLOGIA EDUCACIONAL” estar concluída com sucesso, os/as formandos/as podem avançar para a especialização de Nível 2 “COUNSELLING/ ACONSELHAMENTO”, sucedendo o mesmo no avanço para a especialização de Nível 3 “SEXOLOGIA CLÍNICA / TERAPIA SEXUAL”. Este avanço é ainda determinado por critérios de inclusão/exclusão, estando o público-alvo de cada nível pré-definido (Ver abaixo)

Cada nível de formação apresenta critérios de inclusão específicos, designadamente:

Nível 1 “Sexologia Educacional” – Público-alvo: Profissionais da área da saúde, ensino, ciências sociais, entre outras mediante avaliação da coordenação do curso;

Nível 2 “Counselling/Aconselhamento” – Público-alvo: Profissionais com formação de base em áreas relacionadas com o aconselhamento, em temáticas ligadas à intimidade e/ou à sexualidade (e.g., enfermeiros/as, médicos/as, psiquiatras, professores/as, psicólogos/as, assistentes sociais);

Nível 3 “Sexologia Clínica/Terapia Sexual” – Público-alvo: Psicólogos/as com formação de base ou especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Médicos/as que exercem funções relacionadas com a saúde mental, sexual e reprodutiva.

Não. Como referimos anteriormente, a formação tem um caracter cumulativo e mesmo cumprindo os critérios de inclusão para a frequência do Nível 3, no que respeita à sua formação profissional e prática clínica, o percurso formativo terá que ser realizado por completo, e com sucesso, para que possa aceder a este nível.

Sim. À semelhança do que acontece com os dois níveis precedentes, o Nível 3 “Sexologia Clínica/Terapia Sexual” pressupõe igualmente uma componente teórica, com a mesma carga horária (Ver abaixo) dos níveis anteriores – 100 horas. No entanto, tratando-se de um nível de formação de caráter clínico, assume uma forte vertente prática em aula, com recurso a exercícios e roleplay. Só após a conclusão deste nível formativo, com sucesso, os formandos poderão aceder ao estágio clínico e à realização de um trabalho de investigação, designado de monografia de final de curso.

A obtenção da certificação de Terapeuta Sexual exige a frequência e conclusão dos 3 Níveis de formação teórica (Nível 1 “Sexologia Educacional”, Nível 2 “Counselling/Aconselhamento” e Nível 3 “Sexologia Clínica”) com sucesso, bem como um estágio (com treino clínico intensivo e supervisionado) que será sujeito a  avaliação e um trabalho de investigação teórico ou empírico, conducente à monografia de final de curso (que será apresentada e defendida perante um júri da SPSC) que será também sujeito a avaliação. A reprovação no estágio ou na dissertação invibializa o acesso ao título de terapeuta sexual.

Sim, cada nível de formação tem um número de vagas limitado, estando também a sua abertura dependente de um número mínimo de inscrições:

Nível 1 “Sexologia Educacional”: 40 vagas; só abre com um mínimo de 27 inscrições;

Nível 2 “Counselling/Aconselhamento”: 30 vagas; só abre com um mínimo de 25 inscrições;

Nível 3 “Sexologia Clínica/Terapia Sexual”: 10 vagas; só abre com 10 inscrições;

A abertura das inscrições é sempre anunciada no site da Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica e nos canais de comunicação regularmente utilizados pela SPSC, e as inscrições têm um prazo definido, sendo o mesmo explicitado aquando da veiculação da informação. Desde que cumpram os critérios de inclusão atrás referidos, os/as candidatos/as devem enviar um e-mail candidatando-se em que conste nome, formação de base, profissão e local de trabalho com CV para curso@spsc.pt.

Após receber a confirmação em como é elegível para frequentar o curso, inicia-se o período de inscrições. As inscrições só ficam efetivadas após o pagamento da primeira tranche no valor de 400€, até 28 de Agosto ou de 1336€, no caso da modalidade a pronto pagamento, para o IBAN: PT50 0033 0000 0168 0199 2566 2, e o envio do respetivo comprovativo de transferência para o email curso@spsc.pt.

Todos os níveis da formação realizam-se semanalmente entre Lisboa e Coimbra, geralmente de forma intercalada, aos Sábados. Em Lisboa as aulas decorrem na Faculdade de Ciências Socias e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e em Coimbra na sede da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos. Caso exista alguma exceção pontual, a mesma é sempre comunicada o mais antecipadamente possível.

A carga horária é de 100 horas por nível, distribuídas por 8 horas semanais.

A formação decorre semanalmente, aos Sábados, entre as 10h e as 19h (com 1 hora de almoço). Pode haver semanas em que não haja formação (feriados, pontes, eventos da SPSC). O calendário é enviado antes do início da formação.

O corpo docente é constituído por diversos profissionais, clínicos e académicos, que se destacam pelo trabalho que desenvolvem no âmbito das diferentes disciplinas afetas à sexualidade humana. Será disponibilizado atempadamente o programa de cada nível de formação onde serão apresentados os nomes de todos os formadores.

Prevê-se a utilização de diversas metodologias de avaliação: escritas e orais, individuais e em grupo. No final de cada nível, haverá sempre lugar a uma avaliação escrita, individual, e de carácter obrigatório. A avaliação final traduzirá o resultado desta avaliação escrita (numa escala de 0-20 valores) e da avaliação resultante do desenvolvimento e apresentação de um trabalho, de carácter individual ou de grupo. Para transitar para o nível formativo seguinte, o aproveitamento terá que assumir uma nota mínima de 10 valores (numa escala de 0-20).

As faltas estão contempladas. Em cada nível aceitam-se faltas até 25% do total de horas que constituem a componente formativa, sendo requerida uma presença mínima de 75% do total de horas de formação para a obtenção dos certificados. No nível 3 na componente de estágio o mínimo de 150 horas de trabalho presencial tem de ser cumprido.

Cada nível formativo assume os seguintes valores:

* Nível 1 “Sexologia Educacional”:
– 1670€ (c/ IVA incluído) para pessoas não associadas da SPSC e outros;
– 1336€ (c/ IVA incluído) – a pronto pagamento até dia 28 de Agosto de 2019
– 1230€ (c/ IVA incluído) – pessoas associadas da SPSC, pessoas associadas, funcionári@s e voluntári@s da Associação para o Planeamento da Família (APF) e da Associação ILGA- Portugal, pessoas associadas da Sociedade Portuguesa de Andrologia (SPA) e da Associação Portuguesa de Internos de Psiquiatria (APIP), da Associação Portuguesa de Terapia do Comportamento (APTC) e estudantes de 2º e 3º ciclo da FCSH-UNL.

A serem pagos a pronto pagamento ou da seguinte forma:

 Nível 1 – sem desconto (1670€) Nível 1 – com desconto (1230€)
até 28 de Ago – 400€ até 28 de Ago – 400€
até 28 de Set – 254€ até 28 de Set – 166€
até 28 de Out – 254€ até 28 de Out – 166€
até 28 de Nov – 254€ até 28 de Nov – 166€
até 28 de Dez – 254€ até 28 de Dez – 166€
até 28 de Jan – 254€ até 28 de Jan – 166€

* Nível 2 “Counselling/Aconselhamento”:
– 1670€ (c/ IVA incluído) – para pessoas não associadas da SPSC e outros;
– 1336€ (c/ IVA incluído) – a pronto pagamento até dia 28 de Agosto de 2019
– 1230€ (c/ IVA incluído) – pessoas associadas da SPSC, pessoas associadas, funcionári@s e voluntári@s da Associação para o Planeamento da Família (APF) e da Associação ILGA- Portugal, pessoas associadas da Sociedade Portuguesa de Andrologia (SPA) e da Associação Portuguesa de Internos de Psiquiatria (APIP), da Associação Portuguesa de Terapia do Comportamento (APTC) e estudantes de 2º e 3º ciclo da FCSH-UNL.

A serem pagos a pronto pagamento ou da seguinte forma:

Nível 2 – sem desconto (1670€) Nível 2 – com desconto (1230€)
até 25 de Fev – 400€ até 25 de Fev – 400€
até 28 de Mar – 254€ até 28 de Mar – 166€
até 28 de Abr – 254€ até 28 de Abr – 166€
até 28 de Mai – 254€ até 28 de Mai – 166€
até 28 de Jun- 254€ até 28 de Jun – 166€
até 28 de Jul – 254€ até 28 de Jul – 166€

* Nível 3 “Sexologia Clínica/Terapia Sexual”:
– 1900€ (c/ IVA incluído) – Preço fixo para todos os formandos.Sendo que o estágio e a monografia não têm custos acrescidos.
A ser pago a pronto pagamento ou da seguinte forma:

Nível 3 – sem desconto (1900€)
até 28 de Ago – 400€
até 28 de Set – 250€
até 28 de Out – 250€
até 28 de Nov – 250€
até 28 de Dez – 250€
até 28 de Jan – 250€
até 28 de Fev – 250€

A inscrição em qualquer um dos níveis só fica efetivada após o pagamento da primeira tranche e envio do respetivo comprovativo de transferência para o email curso@spsc.pt.

A desistência do curso implica perda de 50% do valor já pago, havendo lugar à restituição do restante valor.

Em caso de desistência haverá a perda de 50% do valor já pago.

Não, os locais de estágios são da total responsabilidade da SPSC e definidos pela mesma.

Sim. Desde que os critérios de inclusão sejam cumpridos, e dessa forma possa ir tendo acesso aos posteriores níveis de formação, poderá avançar na formação. Assim, no caso de terminar a formação no Nível 1 a certificação que obterá será a de “Especialização Avançada em Sexologia Educacional”, se terminar no Nível 2 a de “Especialização Avançada em Sexologia – Nível de Counselling/Aconselhamento”.

Trata-se de um nível de formação de caráter clínico, para o qual existem apenas 10 vagas. Quem ingressar neste nível e concluir apenas a sua componente teórica com sucesso terá o título de “Especialização Avançada em Sexologia Clínica”. Quem após esta fase formativa avançar para estágio e monografia, e os conclua com sucesso, obterá o certificado de “Terapeuta Sexual”.

A conclusão do Nível 2, certifica uma especialização na área do Aconselhamento no âmbito da Sexualidade, com atuação ao nível da orientação e do aconselhamento.

A terapia é desenvolvida por Terapeuta Sexual quando há queixas clinicamente significativas e é uma intervenção de média a longa duração, enquanto que o aconselhamento é de curta-duração e visa orientar na procura de soluções para uma questão específica. No âmbito do aconselhamento não são adquiridas competências de intervenção clínica.

Não, os locais de estágios são da total responsabilidade da SPSC e definidos pela mesma.

Não, os estágios são certificados e validados pela SPSC, para o período em que decorre a formação, não podendo ser efetuados de outra forma.

A escolha do local de estágio é efetuada em função de uma seriação final, tida com base na avaliação teórica, avaliação curricular e entrevista.

A monografia final de curso deve centrar-se em temáticas relacionadas com a sexualidade humana, analisando aspectos relevantes ao nível da clínica e da saúde, e contribuindo para a reflexão, avaliação e intervenção no âmbito da Sexologia Clínica. Deve apresentar-se como um trabalho científico original e realizado de forma autónoma, isto é, que acrescente novidade e que seja realizado pelo próprio, ainda que com orientação.

Serão aceites estudos empíricos (qualitativos e quantitativos), estados de arte ou revisões sistemáticas da literatura. Qualquer que seja a tipologia de monografia escolhida, aconselhamos que tenham especial atenção ao rigor metodológico dos artigos apresentados, bem como à sua relevância clínica e implicações práticas.

Os trabalhos devem ser redigidos em língua portuguesa, não devem ultrapassar as 10000 palavras (excluindo-se tabelas, figuras, bibliografia, notas de rodapé e anexos) e a estrutura e formatação dos manuscritos deve ser feita de acordo com o manual de publicação da American Psychological Association, 6ª edição.

Ao/às orientadore/as cabe o papel de apoiar, orientar e supervisionar o formando ao longo da elaboração da sua monografia. Os orientadores deverão dar o seu parecer favorável por escrito antes da entrega da monografia, confirmando que o trabalho é original e que formando está apto a concluir este processo e a submeter-se à defesa pública da mesma.

Todos os formandos têm de ter orientação de monografia. Sugere-se que a escolha da pessoa para fazer a orientação tenha em consideração aspectos importantes tais como a experiência relevante em investigação científica, a experiência nas áreas de estudos escolhidas e competências comprovadas ao nível das metodologias de investigação utilizadas.