Bilhete de Identidade de Projeto #4 – Casa Arco-Íris

Data da Notícia: Dezembro 26, 2018

Bilhete de Identidade de Projeto #4 – Casa Arco-Íris

TÍTULO: Casa Arco-Íris – Casa de Acolhimento de Emergência para Pessoas LGBTI Vítimas de Violência Doméstica

 

INSTITUIÇÃO: Associação Plano i

 

DATA DE INÍCIO: Janeiro de 2018

 

FINANCIAMENTO: POISE do Portugal 2020

 

PARCEIROS: Câmara Municipal de Matosinhos

 

DIREÇÃO TÉCNICA: Paula Allen

 

CONTACTOS: 

casaarcoiris@associacaoplanoi.org

968 612 615

 

SITE E REDES SOCIAIS

 

DATA: 27 de dezembro de 2018

O QUE FAZEMOS… é acolher as pessoas LGBTI vítimas de violência doméstica, e seus/suas filhos/as (menores ou maiores) na sua dependência. Existem três casas abrigo na Europa para pessoas LGBTI. Duas para pessoas refugiadas (Alemanha e Itália) e uma para pessoas em situação de sem abrigo (França). Assim sendo, esta é a 4ª casa abrigo para pessoas LGBTI na Europa, sendo a 1ª e única no seu âmbito de atuação (vítimas de violência doméstica e/ou de género). Procuramos estabilizar a vítima, através do apoio psicológico e psiquiátrico, orientar no seu processo crime (com o empenho da advogada) e apoiar o seu processo de autonomização, nomeadamente na procura de apoio social, na procura ativa de emprego e de nova habitação. Após a autonomização dos/as utentes e aquando da sua saída, garantimos o apoio psicológico e médico no Centro Gis e o contacto estreito com a equipa da casa. Procuramos apoiar as pessoas, numa primeira fase, com alguns donativos de alimentos, e na articulação com outros serviços que possam servir de resposta às suas necessidades e vontades.

SOMOS UMA EQUIPA… de várias pessoas que asseguram que os/as utentes da casa tenham um acompanhamento 24h durante todos os dias do ano. Para além da direção técnica, a Casa Arco-Íris conta com uma psicóloga responsável pela gestão da equipa de profissionais, um mediador de pares, e vários/as monitores/as com formação especializada no apoio a vítimas e nas questões específicas da população LGBTI. Os/as utentes usufruem de apoio psicológico, psicossocial, psiquiátrico, jurídico e endocrinológico no Centro Gis, pelo que a coordenadora e psicóloga, o psicólogo, a advogada, o psiquiatra e a médica de medicina interna são também parte integrante na nossa equipa.

PARA NÓS É ESSENCIAL NO TRABALHO QUE DESENVOLVEMOS… o sentimento de que tratamos as pessoas enquanto pessoas, com toda a dignidade que qualquer Ser Humano nos merece. Não discriminamos nem julgamos, simplesmente respeitamos e não questionamos.

VAMOS AO ENCONTRO… de uma franja populacional que continua no isolamento e que é constantemente vítima de discriminação, insulto e bullying. Estas pessoas acumulam várias vulnerabilidades, entre elas o facto de terem sofrido toda a sua vida ao serem discriminadas na família, na escola, no emprego, no grupo de pares e na sociedade em geral, pela sua orientação sexual, identidade e papel de género e características sexuais e, posteriormente, por serem cumulativamente vítimas de violência doméstica.

AS PESSOAS VÊM AO NOSSO ENCONTRO… e chegam extremamente fragilizadas e magoadas (física e psicologicamente). Chegam descrentes e sem vontade de continuar e, felizmente até à data, em poucos dias e às vezes poucas horas, sentem-se em casa como muitas vezes nunca se sentiram em local nenhum.

INSPIRA(M)-NOS… com a sua resiliência e capacidade de renascer e lutar. E acima de tudo, em relação às questões de orientação sexual e identidade de género, inspiram-nos por nunca se terem permitido pôr em causa. Sabem quem são e assumem-se, mesmo quando toda uma sociedade lhes diz o contrário.

BATEMO-NOS… uma sociedade mais justa e respeitadora. Lutamos porque acreditamos que um dia haverá forma de garantir os direitos das pessoas LGBTI e de parar a violência doméstica.

LUTAMOS CONTRA… todas as formas de opressão, discriminação, desigualdade e injustiça.

COM AS PESSOAS APRENDEMOS… a ser melhores e acima de tudo aprendemos sobre a diversidade humana, o verdadeiro arco-íris.

DAS PESSOAS ESCUTAMOS… tudo, as suas alegrias e vitórias, e as suas mágoas e receios. Acima de tudo escutamos os sonhos e tentamos ajudar a concretizar cada um desses sonhos.

CONSIDERAMOS PRIORITÁRIA A APOSTA EM… formação especializada em Direitos Humanos, Igualdade de Género e especificidades da intervenção com pessoas LGBTI. Esta formação só faz sentido se efetuada desde cedo nas escolas e posteriormente em todos os locais de atendimento (públicos ou privados), nas escolas, universidades, esquadras de polícia, tribunais, cartórios, juntas de freguesia, comércio, entre outros.

GOSTARÍAMOS QUE NOS VISSEM COMO… uma estrutura especializada com capacidade para encontrar as respostas mais adequadas às necessidades das pessoas que necessitam de nós.

PRETENDEMOS… garantir que os nossos serviços sejam sempre de grande qualidade. Pretendemos procurar o apoio financeiro que permita dar continuidade a este projeto, e gostaríamos muito de, a seu tempo, conseguirmos ter uma resposta de continuidade (casa abrigo) que garanta que as vítimas LGBTI tenham os mesmos direitos que as pessoas vítimas cis e hétero quando são vítimas de violência doméstica.

AGRADECEMOS… ao Gabinete da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade (e em particular à Senhora Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Professora Doutora Rosa Monteiro) pelo investimento nas estruturas especializadas nas questões LGBTI; agradecemos à Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género pelo apoio técnico prestado; agradecemos de forma muito especial à Senhora Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Dra. Luísa Salgueiro, pela aposta nesta estrutura através da cedência de apartamento para que ela exista, e à equipa de ação social da Câmara (em particular à nossa interlocutora, Dra. Miriam Silva) por vestir esta camisola; agradecemos à União de Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira o apoio alimentar aos/às nossos/as utentes, e em particular à Dra. Diana Moreira, por toda a colaboração direta no projeto; agradecemos a todas as entidades que nos apoiam, nomeadamente a Zero Desperdício e a Refood pelo apoio alimentar, e à empresa Mundo das Mulheres pelos donativos de calçado; agradecemos a todas as pessoas que de forma individual nos fazem chegar os seus donativos quando os solicitamos.

RECOMENDAMOS OS SEGUINTES SITES INFORMATIVOS PARA QUEM SE INTERESSE SOBRE A NOSSA ÁREA DE INTERVENÇÃO: 

 CIG

CENTRO GIS

ILGA

CASA QUI

AMPLOS

IT GETS BETTER